Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
08/03/2018 - 15:45

Hoje, 08/03, é o Dia Internacional da Mulher, e a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) parabeniza todas as mulheres do estado por esta data comemorativa que simboliza a importância da luta do gênero feminino por direitos iguais dentro da sociedade. Além disso, a Secretaria traz uma programação especial voltado para as mulheres neste dia e durante todo o mês de março através da campanha 8 de Março.

De acordo com a coordenadora de Integração de Políticas para as Mulheres, Maria Trindade, a campanha 8 de Março quer chamar a atenção da sociedade para questão das mulheres nos espaços de decisão. “A campanha esse ano tem como tema central o Protagonismo Feminino nos Espaços de Decisão, onde nós pretendemos chamar a atenção da sociedade para a necessidade de ampliar o número de mulheres nesses espaços, considerando que somos maioria dentro da população brasileira. As mulheres precisam fazer parte das rodas de conversas, opinar nas decisões que são tomadas sobre suas vidas, em decisões políticas.”

Ainda de acordo com Trindade, “A campanha está sendo executada em todos os 144 munícipios do Pará. Todo o Estado está trabalhando, desenvolvendo algum tipo de ação de enfrentamento para o empoderamento da mulher.”

A homenagem se deu por conta de 125 mulheres operárias que morreram carbonizadas em uma fábrica têxtil de Nova York (EUA), em 1857, ao reivindicarem a redução da jornada de trabalho e o direito à licença-maternidade. Em 1911, durante uma homenagem às vítimas, foi instituído que o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher. A data atual foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, e é considerado feriado nacional em alguns países, como a Rússia.

De acordo com Maria Trindade, diversos projetos e ações foram e estão sendo realizados para o fortalecimento da rede de atendimento à mulher. “Temos feito um trabalho no fortalecimento a rede de atendimento à mulher em situação de violência doméstica e familiar através de programas e ações, como a utilização de unidades móveis que chegam até as trabalhadoras rurais, onde nós interiorizamos essas informações. Além disso temos as capacitações, monitoramento dessa rede, e também o trabalho interno com o governo do estado, em todas as secretarias, para que estejam realizando programas e projetos de enfrentamento de violência contra a mulher.”

Trindade também pontua que um dos principais avanços realizados no estado foi o distanciamento do Pará no ranking da violência contra a mulher. “Um dos grandes avanços que tivemos foi em relação ao ranking de violência contra a mulher. Há alguns anos, o Pará estava na quinta colocação desse ranking de violência, e hoje em dia conseguimos nos distanciar para a décima posição. E isso não foi atoa, foi fruto de todo um trabalho e esforço, tanto do Governo do Estado, através da Sejudh, e de todas as secretarias e órgãos do estado.”

 

Maria Trindade pede para que as mulheres sempre estejam em movimento e promovendo o empoderamento feminino, para assim colocar um fim na violência ou na violação de seus direitos. “A mensagem que eu deixo para todas as mulheres é para que nós continuemos em movimento. A mulher em movimento percebe as amarras que ainda existem na sociedade. Percebendo essas amarras, ela começa a criar a indignação necessária para que possamos colocar um fim a todo e qualquer tipo de violência ou violação praticada contra ela. Além disso, ela cria empoderamento, e com isso ajuda a empodera outras mulheres, algo que é extremamente necessário.”

Neste mês de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Sejudh realizou algumas ações de enfrentamento, conscientização e empoderamento feminino. No dia 03/03 ocorreu a abertura oficial da campanha 8 de Março, na Escola Dr. José Márcio Ayres, em Belém, com palestras e ações de cidadania, com a emissão de documentos como RG, CPF, Carteira de Trabalho e Certidão de Nascimento. Nos dias 05, 06 e 07/03, no Auditório da Susipe, em Belém, ocorreram ações internas para servidoras do órgão, além de uma palestra da Coordenadoria de Integração de Políticas para as Mulheres. Este mês ainda ocorrerá o 1° Seminário Regional Rede de Atendimento à Mulher do Sul e Sudeste do Estado do Pará, em Parauapebas.

 

Serviço:

"1º Seminário Regional da Rede de Atendimento à Mulher do Sul e Sudeste do Estado do Pará”.

Data: 21 e 22 de Março de 2018.

Local: Câmara dos Vereadores de Parauapebas/Pa

 

Dia: 21/03/18

7h00 – Credenciamento e entrega de material

8h00 – Café da Manhã

8h30 – Solenidade de Abertura

•          Presença de Representantes da SPM, Coordenadoria de Integração de Políticas para Mulheres do Pará, dos poderes Executivos e Legislativos e das áreas punitivas, preventivas da violência contra a mulher, assim como, das garantias de Direitos. Acrescentar nomes

•          Apresentação de vídeo sobre as políticas públicas Estaduais e Municipais de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres.

•          Apresentação das Representantes dos Seguimentos de luta pelos Direitos da Mulher contemplados nos subtemas do 28º Encontro da Mulher (lista anexa)

10h00 – Palestra Magna: A importância dos OPM’S e dos Conselhos de Direitos da Mulher no fortalecimento e implementação de políticas governamentais para mulheres; (Palestrante: Representante da SPM / CIPM - SEJUDH) – Acrescentar nomes

12h00 – Almoço para todos os participantes no local.

13h00 – Oficina 1: “Como criar, fortalecer e fazer gestão de organismos municipais de políticas para as Mulheres e de controle social, através dos Conselhos de Direitos. Facilitadores: CIPM – SEJUDH e  Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres.

1.1       Diálogo sobre estratégia política a ser adotada para a criação e fortalecimento dos organismos e dos conselhos municipais de direitos da mulher.

15:00 – Coffee Break.;         

15:30 – Continuação da Oficina 1:

1.2       Diálogo e troca de experiências exitosas com foco na desconstrução das desigualdades e combate as discriminações de gênero e a violência contra as mulheres. (Conselhos Municipais e OPM’s presentes) – Acrescentar nomes dos municípios e conselhos – lista anexa com horários.

17h30 – Encerramento

Dia: 22/03/18

8h00 – Oficina 2: Como construir planos municipais de Políticas para as Mulheres e orientações para elaboração de projetos para captação de recursos a fim de torna-las viáveis. (Facilitadores: CIPM – SEJUDH / Conselho Estadual dos Direitos da Mulher)

2.1 Agendas transversais do PPA: Planejamento, orçamento e gênero e o papel dos OPM’s e dos Conselhos de Direitos da Mulher na sua elaboração. (Participação do SEMMU e CMDM/Parauapebas)

10h – Coffee Break.

10h30 – Oficina 3:  Contribuição ao empoderamento feminino por meio de intervenções profissionais: boas práticas no atendimento à mulher em situação de violência (Facilitadores: Técnicos da CIPM / SEMMU – Participação: Rede de atendimento à Mulher de Parauapebas – SEMAS/ SEMSA/ SEMMU/DEAN/ IML)

11h30 – Preenchimento da ficha avaliadora e encerramento do evento.

Obs: Neste dia 22/03, convidamos a todos os participantes do Seminário para prestigiar a partir das 16h a maior mobilização social de mulheres de nossa região: a Marcha das Mulheres de Parauapebas. O evento reúne mais de 1000 mulheres nas ruas da cidade apresentando em cores e cantos o tema do 28º Encontro da Mulher de Parauapebas, que este ano é “Mulheres de todos os cantos”, enfatizando a luta das mulheres do campo, dos acampamentos/assentamentos, das florestas, das águas, dos quilombos e das cidades.

Resumo: 
.