Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
30/07/2020 - 12:00

 

 

 

 

 

Na próxima quinta-feira (30), Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado do Pará (Sejudh) realizará um webnário - conferência online - a partir das 20h, sobre o “Tráfico de pessoas em tempos de pandemia”, e apresentará um panorama sobre o tema no Pará e no Brasil. 

O evento contará com a participação do titular da Sejudh, Gilberto Aragão; do técnico de referência da Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo, Carlos Cardoso; da presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PA) e do Conselho Penitenciário do Estado do Pará, Juliana Fonteles, e do presidente da Comissão de Relações Internacionais da OAB/PA, Samuel Medeiros. 

Para assistir a conferência ao vivo, confira o link aqui. 

CORAÇÃO AZUL

Paralelo ao webnário desta quinta-feira, a Sejudh aderiu a campanha nacional ‘Coração Azul’ e a partir desta terça-feira (28), terá a fachada de sua sede iluminada com a cor azul. Uma forma de chamar a atenção para a necessidade de a sociedade sensibilizar à consciência, empatia e solidariedade com as vítimas do tráfico de pessoas. 

A Sejudh tem uma coordenadoria exclusiva para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo (CTETP), que atua na construção de políticas públicas, articulação e formação de uma rede estadual de serviços.

A citada coordenadoria promove ainda ações educativas, campanhas, fomento ao processo de municipalização da política assim como realiza atendimentos na sede da secretaria na rua Vinte e Oito de Setembro, nº 339, no bairro central da Campina, e no Posto Avançado de Atendimento Humanizado ao Migrante, no Aeroporto Internacional de Belém, na capital paraense.

SOBRE O TRÁFICO DE PESSOAS

O Protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas Contra o Crime Organizado Transnacional caracteriza como tráfico de pessoas o recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de uma pessoa por coerção, força ou outra fraude, com a finalidade de exploração que pode incluir a prostituição ou outras formas de exploração sexual, trabalho ou serviços forçados, escravatura ou práticas análogas à escravidão, servidão por dívida ou a remoção de órgãos.

SERVIÇO

*Webnário “Tráfico de pessoas em tempos de pandemia”

Data/Hora: Quinta-feira (30). Às 20h.

Para assistir a live, confira o link aqui

Para garantir o certificado, clic aqui

Resumo: 
.