Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
10/02/2020 - 12:00

A Coordenadoria de Integração de Políticas para Mulheres, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), se reuniu na manhã desta segunda-feira (10), com o coordenador de políticas públicas da Diretoria de Prevenção da Segup, para trabalhar no fortalecimento da rede de proteção para mulheres vítimas de violência doméstica.

O município de Marituba serviu como base para se ter uma dimensão do quanto que ainda é comum as mulheres serem vítimas de violência e de submissão dos parceiros. Na reunião eles puderam analisar os casos registrados e identificar medidas para que possam ser solicitados planos de ações perante os órgãos do sistema integrado de segurança pública em parceria com a rede de acolhimento à mulher.

“Não é só, simplesmente, conduzir as mulheres para as delegacias especializadas, mas ter também, uma rede, por fora, de acolhimento que possa prosseguir essas políticas públicas para elas”, disse o capitão Rodrigo do Vale, coordenador de políticas públicas da Diretoria de Prevenção, da Segup.

Marituba não possui uma delegacia especializada, o que dificulta os registros, mas agora, de acordo com o coordenador, está sendo preparada uma sala específica, na delegacia do município, para atendimentos voltados à violência deste segmento até que a delegacia da mulher seja construída.

“É muito importante essa união para fortalecermos a rede local para o atendimento, não só na polícia, mas em serviços na área da assistência, saúde, educação. Então, essa iniciativa é excelente para que a gente possa intervir no combate à violência e dar oportunidades para ela, por meios das ações”, declarou a coordenadora da Coordenadoria de Integração de Políticas para Mulheres, Márcia Jorge.

Por: Daniela Condurú (revisado pelo NCS)

Resumo: 
.