Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
28/06/2019 - 10:00

Para diminuir a evasão escolar e transformar a comunidade em multiplicadora dos Direitos Humanos, foi realizada a segunda etapa do projeto “DH em cena” para os professores da escola estadual de ensino fundamental “Acácio Felício Sobral”, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, no último dia 26.

O encontro marcou o encerramento da segunda etapa de formação dos educadores da rede pública de ensino, promovida pela Coordenadoria de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e ao Trabalho Escravo (CTETP), da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.

O projeto já visitou várias escolas estaduais desde sua criação, em 2016, e a “Acácio Felício Sobral” foi a escolhida deste ano. “Precisamos compreender a causa dessa evasão escolar para que possamos auxiliar essa comunicação entre a família, o adolescente e a escola para que juntos possamos criar cidadãos íntegros”, frisa o coordenador da CTETP, Renato Menezes.

As oficinas foram voltadas para a diversidade de gênero e sexualidade, trabalho infanto juvenil e aprendizagem, trabalho escravo e tráfico de pessoas, em parceria com a Associação de Magistrados Trabalhistas da Oitava Região (Amatra8), o Tribunal Regional do Trabalho da Oitava Região (TRT8) e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Para a professora de artes da EEEFM Acácio Felício Sobral, Cláudia Rego Barros, receber o projeto na escola ampliará o conhecimento dos profissionais que atuam na instituição. “Aprender mais sobre essa temática é de suma importância, pois a partir disso podemos junto com o corpo docente criar estratégias para atuar melhor na realidade dos nossos alunos e da comunidade escolar”, afirma.

“O educador é a ponte entre seus alunos e a sociedade, ele é o porta-voz da comunidade escolar e torna-lo multiplicador das temáticas relacionadas aos direitos humanos pode transformar a realidade social que muitas crianças vivenciam”, declarou o secretário adjunto da Sejudh, Rodrigo Roldan.

 

Por: Sabrina Rayol, com supervisão da jornalista Claudiane Santiago

Fotos: Sabrina Rayol

Resumo: 
.