Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
26/09/2019 - 15:00

Transformar os recursos oriundos das operações contra o tráfico de drogas, no Pará, em campanhas educativas de combate e prevenção foi uma das propostas apresentadas pelo secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Rogério Barra, durante reunião com representantes da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), vinculada ao Ministério da Cidadania, nesta quinta-feira (25), em Brasília.

A demanda integra uma série de ações para combater o tráfico de drogas no Estado, debatidas na sede da Senapred com a coordenadora geral da instituição, Débora Moresco, e a diretora Nacional de Cuidados, Prevenção e Reinserção Social, Claudia Gonçalves Leite. “Nossa proposta é utilizar os recursos oriundos do Fundo Nacional Antidrogas (Funad) para investir em ações educativas efetivas. Defendemos o uso de bens do tráfico no combate ao crime”, explicou o secretário.

Ainda na pauta esteve a capacitação da rede estadual de políticas de prevenção às drogas. O assunto foi discutido com os técnicos do Governo Federal para um alinhamento nas ações de acolhimento, tratamento e prevenção. Também foi discutida a implantação de um núcleo, no Pará, do Observatório Brasileiro de Observações (Obid), para atender a região Norte, após a reformulação que será feita no modelo nacional, em 2020.

O Obid é um portal responsável por gerir e disseminar informações confiáveis e científicas sobre drogas, além de ser um canal de armazenamento de dados sobre o assunto. “O modelo atual do Obid está desatualizado e haverá uma reformulação durante o evento que ocorrerá em fevereiro de 2020, ministrado por instituições internacionais, o qual fui convidado para participar. Após a reformulação, vamos voltar a discutir a efetividade da implantação do Observatório na Amazônia”, ressaltou Rogério Barra. 

 

Por: Claudiane Santiago

Resumo: 
.