Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
06/11/2018 - 21:45

Na manhã desta terça-feira, 06, O Governo do Estado, através da SEJUDH, em parceira com o Instituto Federal do Pará deu inicio ao curso de capacitação em Língua Portuguesa como língua estrangeira para imigrantes que estão em situação de refúgio e estadia permanente na capital paraense. O curso terá duração de 05 meses e acontecerá uma vez por semana no campus do IFPA, localizado na Av. Almirante Barroso.

A iniciativa também contará com a capacitação profissionalizante que terá inicio nos próximos meses. Para a coordenadora de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo da Sejudh Leila Silva o projeto tem como objetivo promover formação qualificada para esta população e garantir a igualdade e direitos básicos. “Os cursos são de fundamental importância para que os imigrantes possam entrar no mercado de trabalho de forma igualitária, além de garantir seus direitos como cidadão sendo brasileiro ou não”, afirma.

A Coordenadora do Centro de Idiomas do IFPA Regina Krelling afirma que este projeto tem grande responsabilidade dentro do contexto atual da sociedade. “Esta capacitação é muito importante para o instituto como responsabilidade social, este acolhimento é essencial para a independência e dignidade desse público”, ressalta.

O venezuelano José Albarráz, 42 anos, está animado para as próximas aulas e já adiantou que convidou vários amigos para participar das próximas turmas. “A expectativa são as melhores, espero que possamos aprender a língua portuguesa, pois é fundamental para o nosso convívio e permanência na cidade. Vários amigos venezuelanos estão aguardando o inicio das próximas turmas”, acrescenta.

Já a professora de Português – Espanhol do IFPA Nanci Cartáneges que será responsável pelas aulas, neste primeiro contato observou o nível de conhecimento do português dos estrangeiros. “Nossa intenção é trazer um conhecimento amplo, porém voltado para o cotidiano, para que eles possam se comunicar de forma adequada e que facilite a busca por emprego”, declara.

Resumo: 
.